Mais Lidos
Carregando...

Cartas para reconhecimento da profissão em TI


A dúvida de hoje vem do Edison, que deixou o comentário abaixo no meu post sobre meus primeiros meses em Berlin.

Para o profissional de TI que busca residência permanente na Austrália, parte do processo de imigração qualificada através do SkillSelect é comprovar a experiência profissional, e este reconhecimento é feito pela Australian Computer Society (ACS).

E para fornecer este reconhecimento, a ACS exige cartas das empresas onde o candidato trabalhou, contendo a data de início e fim do emprego, descrição do cargo, responsabilidades, tecnologias com as quais o candidato trabalhou e um contato na empresa (algumas vezes as empresas são contatadas para verificar a experiência do candidato).

O checklist completo para pedir o reconhecimento das profissões e especialidades em TI na ACS está disponível neste link: https://www.acs.org.au/__data/assets/pdf_file/0005/17636/Application-Checklist.pdf


  1. Wagner, Achei seu blog bacana. Minha formação está no SOL e já morei na Aus como Student. Em relação as cartas de recomendação, como foi o processo? Já não tenho contato com ninguém das empresas que trabalhei há muito tempo e acho complicado conseguir na qual estou trabalhando? Abraço Edison.
    Responder
  2. Olá Edison,

    Se sua ocupação já esta na SOL, ótima notícia! Esse é o principal requisito para poder iniciar o processo de obtenção do visto de Residência Permanente.

    Sobre as cartas, você precisa entrar em contato com as empresas onde trabalhou e explicar a situação. Acredito que a maioria das empresas não terão problema nenhum em fornecer a carta. Uma boa dica também é entrar em contato direto com o seu gerente na época, pois pode ser que ele facilite o meio de campo com o pessoal do RH (que é de onde geralmente a carta vem). Também já tente pedir a carta em inglês, para economizar tempo e dinheiro com tradução juramentada. E caso alguma das empresas não queira fazer a carta em inglês, se ofereça você mesmo para redigir as cartas e envie para eles com uma tradução em Português, para agilizar o processo.

    Em breve pretendo fazer um post bem detalhado sobre o passo-a-passo para aplicação no SkillSelect e vou dar mais dicas sobre como conseguir as cartas.

    Sobre o processo e o visto, dê uma olhada no site oficial do SkillSelect: http://www.border.gov.au/Trav/Work/Skil

    Um abraço e boa sorte!
    Wagner.

5 comentários. Clique para comentar.

  1. Oi, muito bom
    meu maior problema é, tenho uma formação na area de matematica porem sempre trabalhei com TI e tenho como provar. As duas profissoes constam na lista, porem nao sei se posso ter formação em uma, e experiencia em outra area. Eles aceitam?
    Cheers

    ResponderExcluir
  2. Olá Wagner. Eu trabalho com TI ja tem em torno de 8 anos. Eu me formei tem 1 ano e meio em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (Tecnólogo). Tenho quase 2 anos de experiência trabalhando na parte de Service Desk. Tenho empresa aberta a 3 anos trabalhando com Assistência Técnica e Consultoria em TI, o que envolve experiência com servidores microsoft e a parte de redes. Em relação a minha formação e experiência, o que voce poderia me dizer sobre o pedido de residencia? Obrigado.

    ResponderExcluir
  3. Olá Wagner. Eu trabalho com TI há 6 anos. Sou formado em Analise e Desenvolvimento de sistemas. Já trabalhei em 3 diferentes empresas, como programador em JAVA, PhP entre outras. Hoje em dia sou Analista e Desenvolvedor de BI, trabalhando com o QlikView.
    Gostaria de saber se existem na Australia vagas para Analista e Desenvolvedor em BI, de preferencia QlikView. E também se é necessário fazer alguma prova para verificar o nivel de ingles.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  4. Olá Cayo,

    Com o boom das startups aqui na Austrália, principalmente em Sydney e Melbourne, BI é uma área que está mais forte do que nunca, pois toda empresa hoje em dia precisa armazenar e interpretar toneladas de dados, e com isso, BI segue tendo demanda por aqui.

    Sobre QlikView em particular, confesso que não conhecia essa tecnologia, mas uma pesquisa rápida no Seek.com.au por "QlikView" mostra que tem um número bom de vagas focadas especificamente nessa tecnologia.

    Sobre o nível de inglês, na verdade não tem nada a ver com a vaga em si, pois estando num país de língua inglesa, o mínimo esperado é que o profissional consiga se comunicar, seja qual for a área de atuação. O nível de inglês passa sim a ter importância e passa a ser requisito dependendo do tipo de visto que você pretende solicitar. Por exemplo, o visto de patrocínio e de residência permanente exigem que você faça um teste de inglês antes do início do processo de obtenção do visto. Já os vistos de estudante e de turista não tem essa exigência.

    Espero ter ajudado e qualquer outra dúvida, fique a vontade para postar novamente aqui.

    Um abraço,
    Wagner.

    ResponderExcluir
  5. Sou formado em Analise e Desenvolvimento de sistemas e trabalho na área a aproximadamente 10 anos na área, atualmente com PHP e PL/SQL. Estou pretendendo ir para Sidney em meados de agosto matriculado num curso de inglês de 5 meses pois acredito que o meu inglês ainda esteja intermediário. A ideia é reforçar o inglês para mais pra frente tentar imigração e quem sabe conseguir algo na área.

    Quanto tempo antes tenho que dar entrada nesse reconhecimento? Precisa estar com o visto já?

    O que você me sugere estudar aqui antes de ir na nossa área para estar apto para o maior número de demanda de empregos na nossa área? Queria ir preparado para concorrer as vagas existentes.

    Espero ansiosamente um retorno. Valeu!

    Helio

    ResponderExcluir