Mais Lidos
Carregando...

Perguntas & Respostas: Fazer Pós no Brasil ou na Austrália?


Depois de um merecido break no fim do ano, após passar por algumas mudanças boas por aqui (mudança de emprego, decisão de voltar a investir em imóveis, e outras notícias boas que vou contar em outro post), estou voltando a responder as mensagens e comentários pendentes aos poucos. Para o post de hoje, selecionei a mensagem do Fernando Saito, que entrou em contato pelo Facebook.

Fernando Sato
Opa blz Wagner? Adorei o seu blog, muito informação que irá ajudar para eu ir para Australia conforme meus planos. Queria te perguntar uma coisa. Acabei de me formar agora e estou pensando em fazer algumas pós. Você acha que as universidades daqui vale algo para as empresas dai? Ou melhor esperar e estudar na Australia mesmo? Conforme meus planos espero em até 2 anos ir ai.
Grato.
Abraços!
Sobre a tua pergunta, com certeza as graduações e pós-graduações feitas no Brasil contam sim, mas em geral a minha impressão é que as empresas daqui valorizam mais os degrees obtidos aqui (seja bacharelado, mestrado, MBA, etc).

O motivo obviamente é o fato das empresas conhecerem as Universidades daqui e poderem identificar se tu vens de uma universidade/curso prestigiado pelo mercado ou não.

Muitos dos estudantes de cursos de graduação e pós por aqui iniciam sua vida profissional de verdade quando terminam seus cursos e são absorvidos por empresas das áreas específicas nas quais teu curso focou mais. Por exemplo, empresas como IBM, Accenture, Yahoo, Microsoft e outras tem programas de Graduates que absorvem estudantes recém-formados e lhes dão posições junior e muitas vezes um plano de carreira, o que é uma ótima oportunidade pra quem está começando uma carreira.

Já para quem já tem vários anos de experiência, uma pós aí já não faz tanta diferença na hora de aplicar para um emprego por aqui, pois para profissionais já "não tão jovens", o que conta mesmo na entrevista é a experiência profissional.

Sobre estudar aqui ou não, depende muito do teu objetivo. Se tu tens planos de vir para fazer uma pós, qualquer momento é um bom momento de vir, pois imagino que tu terminarias teu curso e voltaria para o Brasil.

Porém se teu plano é imigrar permanentemente, como já falei várias vezes aqui no blog e nos comentários, não recomendo iniciar um plano de imigração permanente iniciando pelo visto de estudante. Tenho muitos amigos com visto de estudante por aqui, brasileiros e outros estrangeiros, e cada vez mais tenho visto o pessoal se frustrar com a idéia de conseguir a residência permanente e acabar voltando para o Brasil a contra gosto. Além disso, muito se fala que a Imigração está apertando mais as regras tanto para conceder como para renovar o visto de estudante.

Espero ter ajudado e se tu tiveres mais dúvidas, fica a vontade para mandar outro email.

Um abraço,

Wagner.

Feliz 2013


Desejo a todos os leitores do blog um feliz 2013, cheio de felicidade, objetivos alcançados e que mais e mais planos passem da cabeça para o papel, e do papel para a realidade!