Perguntas & Respostas: Emprego em IT na Austrália

Retomando as atividades aqui no blog, mesmo continuando sem muito tempo pra escrever, resolvi postar alguns dos emails e mensagens que seguem chegando pelo blog.

Então, pra retomar a série "Perguntas & Respostas", segue a mensagem do Bruno Nascimento*, que entrou em contato pelo Facebook:

Ola Wagner,

Meu nome e Bruno eu sou DBA aqui no Brasil e decidi largar tudo aqui no Brasil para conhecer a Australia e conseguir trabalhar no exterior, estive lendo o seu Blog e do seu amigo Beto. Ficarei em Sydney e estarei chegando ai no dia 25/09, mas como sou filho de Deus peguei uma semana de ferias para ficar em Bondi Beach, e somente depois comecar o curso de ingles, gostaria de saber que dicas voce teria para me passar e vi que voce trabalha na area de TI, que assim que tirar o Fist Certification irei tentar.....


Obrigado.



Fala Bruno,

Então cara, a primeira coisa a fazer é traduzir teu curriculo pro inglês, dando destaque para as áreas que tu tens mais experiência. Caso tu tenhas trabalhado em alguma empresa grande, é legal destacar também. Por aqui eles valorizam bastante certificações, então caso tu possuas alguma, dá um destaque também.

Com o CV pronto, aí não tem outro caminho a não ser procurar nos sites de emprego (seek.com.au, mycareer.com.au, etc). Dá uma olhada no LinkedIn que tem um grupo chamado BRITA, que tem vários brasileiros que trabalham com IT por aqui.

Como tu já deves saber, não é tão fácil arrumar um emprego part-time em IT por aqui, basicamente porque as empresas precisam justamente de gente disponível full-time, e também em parte porque estudantes geralmente tem menos "seriedade" e compromisso, pois muitas vezes são jovens e estão aqui só pra estudar e curtir mesmo.

Bom, como mencionei acima, acho que o primeiro passo é montar um currículo bem traduzido e nos padrões daqui, e só então dar o próximo passo.

Se tu tiveres mais dúvidas, é só dar um alô aí, ok?

Ah, uma pergunta: tu te importarias se eu postasse essa tua dúvida lá no meu blog? Imagino que talvez tenha mais gente por aí com dúvidas parecidas e que poderia aproveitar pra compartilhar esse nosso papo no blog.

Um abraço,
Wagner.



* Bruno autorizou a postagem da mensagem por ele enviada aqui no blog.

Em breve quero postar outros emails com dúvidas interessantes e que talvez possam dar mais informações a outros leitores do blog.

Comentários

  1. Muito legal. Agora me diga uma coisa. Você tem conhecimento se o mercado de TI em geral está bom por exemplo para Analista Desenvolvedor em .NET? E mais. Existe preconceito em relação a idade? Tenho 40 anos.

    ResponderExcluir
  2. Não existe preconceito com relação a idade na minha opinião, na minha empresa vejo gente com mais idade que você trabalhando sem problemas, creio que tendo experiência e vontade as vagas sempre aparecem.
    Para saber a condição do mercado a melhor estratégia é olhar ambos os sites de ofertas de emprego citados pelo Wagner, o mercado de TI é bem ligado a estes sites e se não está anunciado lá é bem raro que exista uma vaga aberta, é claro que muitas vagas são preenchidas por indicação e anunciadas de outras formas, mas em geral os sites online são o principal forma de achar candidatos.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com o que o Felipe falou acima.

    Independente da tecnologia, vejo que o mercado valoriza muito mais a experiência real e conhecimento técnico (e evidências disso, como certificações, por exemplo) do que graduação ou pós-graduação formal.

    Ou seja, indepentente da idade, background ou tecnologia, a experiência conta muito mais e como o Felipe falou, o mercado de IT aqui na Austrália sempre esteve aquecido, inclusive durante a crise financeira, o que para nós geeks, é um ótimo sinal.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Salários de TI na Austrália

Perguntas e Respostas: na busca do Sponsorship (parte 1)

Sydney x Berlin: custo de vida