Postagens

Mostrando postagens de 2011

Fases - Shared accommodation

Imagem
Em setembro deste ano, quando completei 3 anos de Austrália, postei este texto falando um pouco sobre como é estranha a percepção do tempo passar mais rápido quando se vive algo tão intenso. Falei também um pouco sobre os desafios superados e algumas das fases pelas quais passei desde a minha chegada a este lado do mundo.

Apesar de terem se passado apenas 3 anos, a impressão que tenho é que revivi algumas daquelas mesmas fases de adolescência e pós-adolescência, quando arrumei o primeiro estágio e gradualmente fazia uma mudança do meu foco exclusivo nos estudos para um foco mais amplo em carreira e graduação.

Entre aquela época e o meu ínicio de Austrália, pude facilmente identificar pelo menos duas fases. Uma delas foi a busca do primeiro emprego e a evolução na carreira e a outra foi quando resolvi saír da casa do meu pai e dividir apartamento com um amigo.

Dividir apartamento é uma das coisas mais comuns na Austrália e em outros países que recebem muitos estudantes estrangeiros. Certa…

Carreira no exterior: objetivo concreto ou sonho distante – Parte II

Imagem
Como já havia comentado neste post em Maio aqui no blog, iniciei uma série de artigos sobre carreira no exterior no site MinhaCarreira.com e recentemente publiquei a segunda parte do meu artigo Carreira no exterior: objetivo concreto ou sonho distante.

Neste segundo texto eu falo brevemente sobre algumas das maneiras mais comuns entre profissionais brasileiros que conseguiram estabelecer e progredir em suas carreiras fora do Brasil. Os quatro caminhos mais comuns são:
Movimento interno ou transferência dentro da mesma empresa Projeto interno de curto/médio/longo prazoSponsorship (patrocínio)Visto de residência permanente Segue o texto na íntegra, espero que gostem!

Carreira no exterior: objetivo concreto ou sonho distante – Parte II
Iniciar uma carreira no exterior é algo que freqüentemente ronda as mentes e as rodas de conversa dos jovens da Geração Y.

A possibilidade de aperfeiçoar um idioma, trabalhar em uma cultura totalmente diferente e receber um salário substancialmente mais go…

Cidadania Australiana

Imagem
Para quem já possui visto de residência permanente, obter a cidadania Australiana não chega a fazer grande diferença no dia a dia de quem já tem sua vida e rotina estabelecidas por aqui.

Ao se tornar um cidadão Australiano, basicamente, as diferenças:
Você passa a ser obrigado a votar sempre que houver eleiçõesAlguns empregos só aceitam candidados que são cidadãos Australianos, como algumas posições nas Forças Aéreas e Armadas, Exército, Serviço de Inteligência e Polícia Federal.Você pode solicitar o passaporte Australiano.
Das três acima, imagino que a que faz maior diferença na prática para a maioria é a obtenção do passaporte Australiano, pois na hora de viajar para alguns lugares (principalmente para o UK e resto da Europa) certamente é mais fácil entrar com um passaporte Australiano do que um Brasileiro.

Ano passado muito se ouviu falar nos noticiários sobre muitos brasileiros que tiveram visto negado ou que foram simplesmente deportados por "outros motivos" ao tentar e…

3 Anos de Austrália

Imagem
A sensação que tenho é de que cheguei há alguns meses apenas, de tanto que não vi esses 3 anos passarem tão rápido.

Claro que olhando para trás e lembrando das coisas importantes (e outras não tão importantes) que aconteceram na minha vida por aqui, fica fácil ter uma noção mais correta de quanto tempo realmente passou, mas o mais importante é que sinto que superei os principais desafios de estabelecer uma vida concreta e saudável longe do Brasil.

Fases

É engraçado lembrar de tudo que passei desde que cheguei na Austrália e, mais engraçado ainda, é ver como é fácil identificar as fases pelas quais passei.

Os primeiros meses de vida em Sydney certamente foram os que deixaram as memórias mais marcantes. Quando cheguei, só tinha um amigo que morava por aqui e que, como na maioria dos casos de quem chega por aqui, ele me ajudou com hospedagem, me explicou como funcionava o transporte, os preços das coisas, onde achar o supermercado... Mas o mais importante é que foi através dele fiz os grande…

Baú do blog: Sites obrigatórios para aplicantes ao PR

Imagem
Este post foi um dos primeiros que postei na "primeira era" do blog lá no início de 2008, mas a verdade é que muito antes de decidir que a Austrália era o meu destino (e não a Inglaterra ou o Canadá -- explico em outro post), eu já visitava estes sites quase que diariamente.

E apesar de mais de 3 anos terem passado desde quando eu ainda estava pesquisando sobre skilled migration, acredito que a dica abaixo ainda siga bem atual para os novos aplicantes ao PR.

Sites obrigatórios para quem quer aplicar pro Skilled Migration
by Wagner Nunes, 27 de Maio de 2008

Estes foram alguns dos sites que pesquisei (e continuo visitando com freqüência) quando iniciei meu processo do Skilled Migration: 
Department of Immigration and Citizenship - É obrigatório revirar esse site de cabeça pra baixo (mesmo que você não queira) para conhecer os requisitos de cada tipo de visto.Austimeline - Você cria um login e adiciona as datas de cada progresso no seu processo. O atrativo do site é poder…

Qantas: adeus a rota Buenos Aires / Sydney

Imagem
Pois e, quem foi, foi... Quem nao foi, vai ter que ir por Santiago.

A Qantas confirmou que a rota direta de Buenos Aires para Sydney (de apenas 12 horinhas) sera substituida por voos, tambem diretos, saindo de Santiago. A decisao foi tomada por motivos estrategicos (juntamente com o anuncio da empresa sobre o corte de 1000 funcionarios) e Santiago foi escolhida como o unico hub para a America do Sul. Clique aqui para ver o press release completo no site da Qantas.

Com isso, quem sai das regioes sudeste e centro-oeste ate que nao perdem muito, pois ainda fica facil de vir para a Australia por Santiago. Porem nos do sul nao poderemos mais contar com a facilidade do voo de 1 horinha e meia ate Buenos Aires antes de embacar no pomposo 747 da Qantas rumo a terra dos cangurus.

Custo de vida em Sydney é maior que em New York

Imagem
O jornal The Australian de umas semanas atras traz uma notícia que deixa os residentes de Sydney no mínimo um pouco preocupados: High dollar pushes relative cost of living in Australian cities up world rankings. Mas o que acabou me chamando mesmo a atenção para o assunto foi uma headline no News.com.au, que dizia Cost of living 40pc higher than New York, mais especificamente o "40pc higher".
Como pode a maior cidade do mundo ter um custo de vida menor do que Sydney? Tem muito mais gente, muito mais oferta/demanda la do que aqui, muito mais mercado, capitalismo muito mais forte... Como explicar isso?
Bom, na verdade, pra quem ja vive aqui em Sydney ha alguns anos, isso nao chega a ser uma grande surpresa, mesmo que a noticia ainda soe um pouco chocante. Vamos pegar o mercado imobiliario, por exemplo, tanto na parte de compra/venda como nos alugueis.
Ja fazem uns bons anos que o mercado de real estate na Australia (e em Sydney especialmente) tem sido rondado por rumores sobre a t…

Contra-fluxo na imigração

Imagem
Interessante como a tragédia na Noruega trouxe à tona mais uma vez o debate sobre imigração aqui no Brasil.

É a terceira matéria/programa na TV que eu vejo nos últimos dias sobre esse assunto, que aparentemente veio a tona após o manifesto do norueguês maluco ter vindo a público. A Globo News e a CNN estão falando nisso toda hora.

No manifesto racista e preconceituoso do maluco, que é a favor do fechamento da Europa a estrangeiros (não-europeus) e a erradicação de religiões como o islamismo, ele menciona a corrupção e pobreza no Brasil e o fato de sermos até hoje um país de terceiro mundo e atribui isso à miscigenação que se estabeleceu desde a época do descobrimento.

Ok, mas o que isso tem a ver com o blog? Bom, como o assunto aqui em geral é imigração e Austrália, esse assunto tem tudo a ver.

Por exemplo: não é interessante como a Austrália, que tem uma miscigenação tão (ou mais) vasta que o Brasil, mesmo assim se tornou um país bem sucedido? Claro que existem muitas outras…

Curtas sobre o Brasil

Imagem
Estou de novo curtindo umas mini-férias no Brasil, aproveitando que os planetas se alinharam e consegui pegar uma promoção nas passagens ($1300 ida e volta pela Qantas, Sydney-Buenos Aires), época tranquila no trabalho e aproveitar o momento que meus amigos do Brasil não estão viajando. E de quebra, eu e um casal de amigos gaúchos, que também são residentes na Austrália e também estão passando férias no Brasil, vamos encarar a Cordilheira dos Andes numa snow trip irada para o Valle Nevado no Chile.

Curtas

No momento estou em São Paulo pra passar o fim de semana e o pessoal daqui tá comentando muito no momento sobre os assaltos e arrastões que aconteceram essa semana em bares e restaurantes. São Paulo tá o mesmo caos de sempre, trânsito infernal e violência de sempre, mas agora o que anda preocupando bastante os paulistanos é o fato de que realmente não se está seguro em lugar nenhum, pois tem vagabundo entrando em bares e restaurantes, limpando os clientes e ainda fazendo piadinha ao sa…

Update: Vôos Sydney > Buenos Aires e Santiago

Imagem
Após ter meu vôo adiado 3 vezes seguidas de um dia para o outro pela Qantas, ainda em função da nuvem de cinzas do vulcão chileno, as companhias aéreas Qantas, LAN e Aerolineas Argentinas voltaram a voar pelas rotas Sydney > Buenos Aires e Sydney > Santiago no último domingo, dia 03.

No meu caso, apesar de ter empurrado a viagem 2 semanas pra frente, acabou sendo até melhor, pois agora os ski resorts do Chile já entraram em alta temporada (o que significa mais neve) e lugares como o Valle Nevado (que até semana passada ainda estava fechado) já estão operando. E como o principal objetivo da minha trip é o snowboarding na Cordilheira dos Andes, os planos seguem de pé.

Como mencionei neste post, uma dica importante é contar sempre com o seguro viagem. Confirmei com o banco que todos os vôos e reservas afetados pelo cancelamento do meu vôo (ou seja, todos) serão 100% reembolsados. Por isso, quando te oferecerem seguro-viagem, não pense que "é só um gasto a mais com algo que não v…

Baú do blog: Tempo do processo da Residência Australiana (PR)

Imagem
Dando continuidade a nova categoria "Baú do Blog", segue mais um post que espero ainda ser de alguma valia para os que estão em vias de aplicar ou que já estão aguardando o processo para conseguir o PR (Permanent residency).

Alguns detalhes: O post original foi publicado em 05 de Junho de 2008. A grant letter foi emitida no dia 04 de Julho de 2008 e recebida (via email) no dia 07 de Julho de 2008.Na época o que eu fazia ( e como muitos dos que estão esperando pelo visto fazem ainda hoje) era ficar ligado nas timelines de outros futuros aussies do Forum Canguru para comparar o progresso do visto deles em relação ao meu e poder ter alguma estimativa de quando o meu sairia.A timeline abaixo não contempla o tempo que investi em preparação para a prova do IELTS (que fiz em Porto Alegre). O curso preparatório levou 1 mês e foi determinante na minha nota. Consegui 8.0 overall no IELTS (sendo 1.0 a nota mais baixa possível e 9.0 a mais alta possível). Nada mal.A timeline abaixo também…

Situação dos vôos Sydney > Buenos Aires/Santiago

Imagem
Não sei se a imprensa no Brasil ainda está acompanhando de perto o impacto causado em vôos internacionais pelas recentes erupções do vulcão chileno Puyehue, mas aqui na Austrália eles jã não estão mais dando tanta bola pro problema, já que os vôos para Nova Zelândia já voltaram ao normal.

Porém, como alguns de vocês, leitores e amigos, já sabem, eu já estava com a segunda ida do ano ao Brasil planejada há uns meses e parte do plano era passar uma semana no Chile (Valle Nevado) pra realizar um sonho: fazer snowboarding na Cordilheira dos Andes.

O problema é que já fazem mais de quatro semanas que vários vôos internacionais ainda não voltaram ao normal, e as companhias aéreas ainda estão tendo que colocar vôos extras para lidar com o backlog de passageiros que ficou acumulado por causa de vários vôos cancelados.

E eu acabo de entrar nesse backlog de passageiros. Meu vôo (Qantas QF17) era pra ter saído de Sydney na quarta, dia 29/06, direto para Buenos Aires, porém foi cancelado para quinta…

Baú do blog: Inaugurando

Imagem
Conforme eu tinha comentado nesse texto, pretendo re-publicar alguns dos textos do antigo blog, re-editando uma ou outra coisinha aqui e ali, mas principalmente falando um pouco sobre o que se passava na cabeça deste que vos fala naquela época...

Inauguramos então a tag Baú do Blog re-editando o primeiríssimo post to antigo blog :)


Inaugurando...by Wagner Nunes, 27 de Maio de 2008 Vamos lá então... estava adiando a criação do blog, mas como a chance de ir pra Austrália com tudo nos "trinks" parece estar se concretizando cada vez mais, decidi tirar a idéia do papel (aliás, da cabeça)...

Pretendo relatar desde as primeiras motivações a iniciar o processo de imigração legal (no meu caso, é o "Skilled Migration", na categoria "Independent"... aos interessados, fiquem tranquilos, pretendo dedicar vários posts ao assunto).

Alguns dos assuntos sobre os quais pretendo escrever:
Processo de imigração legal, suas variantes e motivaçõesTrabalho e carreira em IT na Austrál…

Perguntas e respostas

Imagem
Outro comentário postado no texto Retorno que, apesar de não ser exatamente uma pergunta, me fez refletir e escrever (bastante) sobre o curto, porém de interessante conteúdo, comentário.
Anônimo disse...

Não no caso Austrália x Brasil.
A vida normal de alguém com visto permanente é praticamente férias :-)

Amo o Brasil e pessoas que estão lá, mas a Austrália é uma madrinha para nós. Difícil querer ir embora

12 de abril de 2011 17:38
Caro @Anônimo (que comentou em 12 de abril de 2011 17:38),

Bom, não sei se entendi exatamente ao que tu te referes na tua frase "Não no caso Austrália x Brasil"... se entendi certo, tu queres dizer que não é difícil escolher onde ficar, já que as diferenças de um país pro outro são absurdas... será que é isso? :) Se for, concordo contigo, mas acho que cada um de nós vive/vivia vidas diferente no Brasil e agora aqui na Austrália, por isso não há como generalizar e dizer que "é melhor viver na Austrália sim e ponto final".

Conheci gente aqui q…

Retorno I e II: perguntas e respostas

Imagem
Muito obrigado aos leitores pelos comentários que recebi nos textos Retorno e Retorno II, muitos deles me fizeram refletir sobre várias coisas.

Gostei tanto dos comentários, que ao responder alguns deles, acabei me dando conta que vários deles dariam bons posts em continuação aos textos originais.

Vou postar alguns comentários e respostas aqui para poder compartilhar um pouco mais do que penso sobre algumas questões levantadas.

Segue o comentário do Rodrigo no texto Retorno e minhas respostas logo abaixo.
Rodrigo disse...

Vc nao sabe como vc inspira muita gente q esta insegura a tomar decisões serissímas quanto a vida. Eu mesmo estou disposto a ir e nao voltar, sou profissional de TI bem qualificado, e aqui no Brasil, não ha a menor condição de trabalhar com empresas tão limitadas, ainda mais no Rio. Tenho uma esposa, pretendo q ela vá depois..

Continue nos dando motivos para ir rss

O que te incomodou mais agora nessa volta ao BR e que vc nem percebia na AUS por ser algo natural e cotidi…

Retorno II

Imagem
Estou respondendo aos poucos os comentários, e-mails e mensagens no Facebook, portanto já peço desculpa pela demora aos que escreveram. Gosto muito de receber os comentários de todos, e fico feliz de ver que o blog continua servindo de fonte de informação pra muita gente :)

Este post é curto e não estava planejado. Meu próximo texto teria o mesmo título, mas traria um pouco mais sobre o que sinto hoje, após 2 anos e meio vivendo por aqui, e após duas viagens ao Brasil de férias.

Após ler e responder os comentários no post anterior, alguns amigos mais próximos que seguem o blog ficaram de certa forma surpresos e me questionaram sobre o fato de eu ter passado a impressão de que desistiria de seguir no meu projeto Austrália e voltar por Brasil.

Foi então que voltei e reli o texto anterior e me dei conta que quando estava escrevento, eu ainda estava com aquela pontinha de saudade da família e amigos do Brasil que a gente sempre carrega nos primeiros dias após a deixar tudo para trás nova…

Carreira no exterior: objetivo concreto ou sonho distante – Parte I

Imagem
Um dos meus assuntos preferidos nas rodas de papo e nos happy hours com outros brasileiros expatriados é o desafio da carreira no exterior.

Gosto muito de ouvir as experiências tanto do pessoal que chegou aqui como residente como eu, como os que vieram como estudante e conseguiram um sponsorship ou que continuam se virando como profissionais part-time no mercado de TI.

Gosto tanto do assunto que estarei a partir de hoje compartilhando algumas experiências sobre os desafios da carreira no exterior no blog MinhaCarreira.com, e vou também disponibilizar os artigos aqui.

No primeiro texto, falo sobre algo que muitas vezes é mais difícil distinguir do que parece: o desejo de iniciar uma carreira no exterior é apenas um sonho ou é um objetivo real. Espero que gostem.

Carreira no exterior: objetivo concreto ou sonho distante – Parte I
Um tópico bastante popular entre os sempre insatisfeitos Gen-Y e muitos dos já adaptados Gen-X é a carreira no exterior.

Grande parte dos jovens pr…

Retorno

Imagem
Depois de visitar o Brasil pela segunda vez desde que mudei permanentemente para a Austrália, a volta para Sydney foi mais uma vez bem difícil, muito mais do que da primeira vez, no ano passsado.

Apesar de ter sido menos tempo, dessa vez fiquei todo o tempo em Porto Alegre, minha terra natal, com minha família e amigos e me dei conta de uma coisa: ano passado, na minha primeira visita ao Brasil após 1 ano e pouco de Austrália, percebi que as viagens que fiz enquanto estava de férias lá -- São Paulo, Floripa e Salvador -- não deixaram a ficha cair direito sobre o que é a vida que estou vivendo nesse momento longe do Brasil.

Mas desta vez, a ficha caiu sim. Parece fácil poder sair de Sydney pela manhã e chegar em Porto Alegre no mesmo dia. Mas não é. E não me refiro ao cansaço, pois quando você chega em casa e vê a família e amigos no aeroporto, o cansaço é o que menos importa. O mais importante é rever todo mundo e aproveitar aqueles dias ao máximo.

Mas aí, chega o dia a volta para Sy…

Voltando à ativa

E quem disse que um projeto bem sucedido não pode ter continuidade?

Após 4 meses desde o último post, e comemorando meus 2 anos e meio de Austrália, o blog está voltando à ativa!

... Porém com algumas pequenas mudanças:
Os posts serão mais curtos e objetivos, pois ninguém gosta e nem lê até o fim textos grandes demais.Vou editar e republicar os posts mais populares do blog antigo, com updates e mais informações relevantes para quem quer imigrar de vez para a Austrália.Vou tentar trazer mais sugestões e dicas de outros sites e blogs de residentes morando em outros lugares do mundo para poder comparar com a Austrália.Prometo não falar mais sobre o Inter -- pelo menos não nesse blog, pois agora temos o Colorados da Austrália :) Quero aproveitar e agradecer a todos que enviaram emails, comentários e mensagens no Facebook, Orkut e Twitter perguntando se o blog realmente não voltaria e se poderia disponibilizar alguns textos antigos via RSS, PDF ou alguma outra forma.

Fiquei surpreso e feliz…