GRANT LETTER recebida!


Longos 1 ano, 1 mês e 17 dias.

Impossível descrever o que passa pela cabeça quando você abre o email às 06h30 da manhã e sente a ansiedade de uma longa espera quebrada pela vontade de rir, chorar, gritar e pular sem parar causada por um simples arquivo PDF anexado a um email.

A ficha ainda não caiu... mas é real, é verdade. A espera terminou.

Ainda com aqueles olhos semi-abertos, eu devo ter olhado para minha inbox e esfregado os olhos umas dez vezes antes de abrir aquele emai cujo remetente era ASPC.region4@immi.gov.au.

Hesitei alguns segundos antes de abrir o email. Pensei "será, será mesmo?"... "Sei lá, pode ser apenas o Case Officer pedindo algum documento adicional...", tentando não me decepcionar caso não fosse o que eu queria muito que fosse.

Já bem nervoso, acho que dei uns 50 cliques simultâneos em um pentelhésimo de segundo no email, com as mãos tremento, pra matar logo aquela curiosidade.

Quando abri o email, a primeira coisa em que meus olhos focaram foi aquele ícone de um clip, indicando que realmente havia um arquivo anexo... "Ai meu Deus, será que é a Grant Letter?"

E era...
"Application Type: Class BN Subclass 136 Skilled – Independent
Dear Wagner D M Nunes
 
VISA GRANT

I refer to this application for a Class BN subclass 136 Skilled – Independent visa, which was lodged on 29th May 2007.


On 4 July 2008 a decision was taken to grant Wagner D M Nunes a Class BN visa."

Olhar fixo, sem piscar, congelados nas palavras VISA GRANT.

Euforia indescritível.

...

Você já teve um sonho, na verdade, algo com o qual você não apenas sonha, mas planeja e que traz uma alegria instantânea, mesmo que fantasiosa... E mesmo sabendo que ele ainda está longe, você o fixa em sua mente e estabelece uma meta, transformando seu sonho em objetivo...

E aí você pára de pensar no "e se..." e começa a pensar no "porque não?", no "como?" e principalmente no "quando?".

E nesse desafio que é correr atrás de um sonho, é o "quando?" que mais mexe com a gente.

O meu "quando" aconteceu hoje. Ainda não pisei na Austrália. Ainda não comecei a trabalhar lá. Ainda não vejo o brilho das luzes da City refletindo na Darling Harbour nem o azul cristal das águas de Bondi.

Mas o fato é que o passo mais difícil pra executar meu sonho, transformá-lo em realidade, que parecia tão distante do mundo em que eu vivia quando tomei a decisão da transformação, está dado.

...

"Congrats, Mate!" recebi por email agora a pouco de um amigo que já mora na Austrália. A ficha ainda não caiu direito.

Turbilhão de idéias nesse momento. Vou tentar me acalmar um pouco e não tomar muito café hoje, pois já estou elétrico o suficiente, e não são nem 7 da manhã.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Salários de TI na Austrália

Perguntas e Respostas: na busca do Sponsorship (parte 1)

Sydney x Berlin: custo de vida